Sub-23 | Empate segura liderança isolada

O CD Aves empatou em casa com o Estoril-Praia e chegou à liderança isolada do campeonato. Os pupilos de Leandro Pires estiveram a vencer por duas vezes, mas foram infelizes na finalização e acabaram por sofrer o empate ao cair do pano.

O início não podia ter sido melhor para o CD Aves, uma vez que, aos dois minutos, a equipa da casa já vencia por 1-0.  Rodrigues, de pé esquerdo, foi o autor do tento inaugural.

A formação avense, no entanto, estava decidida a resolver o jogo cedo e continuou a atacar. Bruno Gomes, à passagem dos 15 minutos, esteve perto de ampliar na sequência de um cruzamento da esquerda, mas o desvio esbarrou no poste.

De seguida foi Rodrigues a ter a oportunidade de bisar. No entanto, quando seguia isolado, o camisola 10 optou por tentar assistir Bruno Gomes, mas o passe saiu ligeiramente adiantado.

Aos 27 minutos o Aves ia conseguir ser novamente eficaz e colocar mais justiça no resultado. Rodrigues apareceu de novo pela esquerda e voltou a ensaiar o passe para Bruno Gomes, desta vez com sucesso, para o avançado faturar.

Mas, contra a concorrente do jogo, o Estoril ia empatar pouco depois nas duas primeiras oportunidades. Primeiro de penálti, por alegada mão na bola, e depois num lance fortuito, onde a bola acaba por sobrar para Jonata, que remata com sucesso.

Assim, as equipas recolheram aos balneários com o resultado empatado.

Já no segundo tempo, a equipa do Aves continuou à procura do golo e podia ter recuperado a vantagem em duas ocasiões, mas quer Bruno Lourenço, quer Jorge Daniel erraram por muito pouco o alvo.

Já à entrada para o último quarto de hora, Nani cruzou para o primeiro poste, Bruno Lourenço tocou de cabeça e Zidane apareceu para finalizar, mas o cabeceamento voltou a sair ao lado do poste.

Logo a seguir foi Xavi, depois de ganhar espaço à entrada da área, a rematar colocado para a baliza contrária, mas o guarda-redes conseguiu evitar o golo com uma boa defesa.

Depois de tanta insistência o CD Aves acabaria mesmo por chegar ao golo. Rodrigues conduziu muito bem pela direita e assistiu Xavi, que encostou para o 3-2.

No entanto, já em tempo de compensação, o Estoril viria mesmo a empatar, na sequência de um canto. Basso foi o autor do cabeceamento certeiro.

O CD Aves tentou até ao fim e, na sequência de um livre lateral, Xavi podia ter bisado no último lance da partida, mas o desvio saiu ao poste e o jogo terminou mesmo empatado.

Figura em destaque: Rodrigues

Que exibição fenomenal do número 10 avense. Esteve nos três golos da equipa e ficou perto de somar mais duas assistências. Além de abrir o marcador, entregou o 2-0 a Bruno Gomes de bandeja e, no terceiro golo, conduziu o ataque e descobriu Xavi na área com muita classe.

 

CD Aves – Estoril-Praia, 3-3.

Ao intervalo: 2-2.

Marcadores:

1-0, Rodrigues, 2’

2-0, Bruno Gomes, 27’

2-1, Basso, 31′

2-2, Jonata, 34′

3-2, Xavi, 88′

3-3, Basso, 90+2’

 

Constituição das equipas:

CD Aves

Aflalo, Bruno Sousa, Bura, Jorge Daniel, Bruno Gomes (Xavi, 75’), Rodrigues, Nani (Cláudio Tavares, 78’), Zidane (Flávio Cristóvão, 85′), Batista, Bruno Lourenço e Ivanilson

Suplentes não utilizados: Bruno Silva, Diogo Brito, Diogo Santos, Mangas, Tianci Jian

Treinador: Leandro Pires

Estoril-Praia

César, Tiago Melo, Kiko, J. Cardoso (Tavares, 80’), P. Matos, Fábio Martins, Basso, Toti, Jonata (Klismahn, 55’), Luís Ká (J. Oliveira, 55’), Cassini  (P. Albino, 71’)

Suplentes não utilizados: Filipe Dinis, Kadú

Treinador: Vasco Seabra

Árbitro: Nélson Cunha

Ação Disciplinar: Cartão Amarelo: Bruno Gomes (9’), P. Matos (36’), Rodrigues (36’), Basso (58’) e Xavi (89’)

Main Sponsor





Official Partners