Filipe Puga: “A esperança dos médicos está na população”

Filipe Puga, médico do CD Aves, explica aos adeptos os comportamentos que foram adotados pelos jogadores do clube e deixa uma mensagem de serenidade e confiança a todos.

De que forma estão a reagir os jogadores do CD Aves a esta paragem da competição por causa do Covid-19?

Estão a reagir serenamente à questão do vírus, em casa, sem contactos, com os devidos cuidados de higiene, não jantam fora, evitando ao máximo sair, cumprindo com as nossas recomendações. Desejamos, aliás, que todo o universo avense cumpra essas diretrizes.

Como estão a monitorizar tudo?

A equipa técnica distribuiu planos de treino individuais para trabalharem fisicamente. A recuperação dos lesionados também não parou, pelo que todos estão confiantes na retoma do campeonato e dos bons resultados.

Que indicações foram dadas em casa de alguém manifestar sintomas?

Sabem que é fundamental contactar os serviços de saúde através do número de telefone (808 24 24 24), ou do email (atendimentos@sns24.gov.pt). Estão informados que devem automedicar-se com paracetamol e não saírem desprotegidos. Estão conscientes da forma de atuar. Aproveito para recomendar aos adeptos do Aves que sigam as mesmas indicações.

Que recomendações quer deixar ainda?

É essencial ficar em casa, evitar aglomerações, devem reduzir o contacto social ao essencial, não ir ao cinema, ver o filme em casa, ligar aos amigos, em vez de os contactar diretamente e, sobretudo, terem o máximo de cuidado com os idosos, que são mais vulneráveis e de risco acrescido. De resto, devem desinfetar as mãos constantemente e procurar viver num ambiente de higiene e limpeza para evitar que o vírus possa instalar-se. Mas acima de tudo, as pessoas devem estar serenas e confiantes que a situação será ultrapassada.

Alguma mensagem final?

Estamos perante uma doença nova, que é agressiva, em alguns casos, mas que irá ser vencida com o esforço de todos, que é essencial. Como clínico, ouvimos muitas vezes que a esperança da população está nos médicos, mas a esperança dos médicos também está na população.

Main Sponsor





Official Partners