Manta Santos: “O mais importante não é o resultado, mas sim a atitude em campo”

Nuno Manta Santos lamentou uma primeira parte menos conseguida e assumiu a responsabilidade da derrota frente ao Gil Vicente.

Entrada em falso: “Sofrer um golo é sempre fatal, mas sofrer um aos 10 minutos de jogo não é bom e da maneira que o sofremos ainda mais desagradado ficamos. Não tivemos a competitividade que eu pedi à equipa. Ao intervalo eu disse que não é este compromisso que eu quero. O mais importante de tudo não é o resultado, mas sim a atitude que têm em campo”.

Melhorias depois do intervalo: “Na segunda parte fomos mais agressivos, mais competitivos, mais aguerridos, chegamos algumas vezes à área do Gil Vicente, mas não estamos a fazer golos. Defensivamente cometemos muitos erros que em alta competição se paga muito caro”.

Esquema tático: “Durante a semana vimos a trabalhar dois sistemas. Como sabíamos que o Gil Vicente dá muita profundidade aos laterais e que o Kraev aparece muitas vezes como segundo avançado, ao ter a linha de cinco na defesa iriamos dar mais largura e condicionar a bola do Gil Vicente. Pareceu-nos que era o melhor esquema tático para este jogo”.

Análise ao desempenho da equipa: Não gostei da parte defensiva, dos equilíbrios, da reação à perda no jogo de hoje. Gostei da parte ofensiva, onde a equipa conseguiu ter alguma dinâmica. Neste momento não faço contas aos pontos que faltam. Estou preocupado com o jogo e com aquilo que a equipa tem de apresentar. Podíamos ter perdido três ou quatro zero, mas há comportamentos que num profissional tem de existir sempre e hoje na primeira parte houve alturas que aconteceu e o responsável sou eu”.

 

GIL VICENTE     3

CD AVES      0

Jogo no Estádio Cidade de Barcelos.

Árbitro: André Narciso (AF Setúbal).

GIL VICENTE

Denis, Alex Pinto, Rodrigo, Rúben Fernandes, Henrique Gomes, Kraev (Naidji, 60′), Soares (João Afonso, 90+3′) Claude Gonçalves, Lourency Rodrigues (Samuel Lino, 60′), Sandro Lima (Hugo Vieira, 76′) e Rúben Ribeiro (Vítor Cravalho, 76′).

Treinador: Mário Nunes.

CD AVES

Fábio Szymonek, Mato Milos (Varela, 70′), Buatu, Diakhité, Bruno Morais (Banjaqui, 46′) Ricardo Mangas, Cláudio Falcão, Rúben Oliveira (Bruno Lourenço, 81′) Tshibola (Macedo, 46′) Pedro Soares (Marius, 70′) e Mohammadi.

Treinador: Nuno Manta Santos.

Golos: Henrique Gomes (11′), Rúben Ribeiro (36′) e Sandro Lima (90′)

Ao intervalo: 2-0

Cartões amarelos: Pedro Soares (61′), Buatu (65’); Ricardo Mangas, (75’) e Alex Pinto (80’).

Cartões vermelhos: Nada a assinalar.

Main Sponsor





Official Partners